19.3.11

Barack Obama no Brasil – Opinião


Acho muito engraçado como o povo brasileiro cultua os lobos que estão articulando para nos devorar.

Vi uma reportagem ontem uma mulher se lamentando pois o discurso do presidente norte americano não seria feito de forma pública e sim em um lugar fechado para um público restrito, este foi o pensamento da maioria do povo brasileiro, já que o marketing da campanha presidencial de Obama foi o de mostrar que um negro e humilde era capaz de governar a maior potência mundial e que viria para “pacificar o mundo”, quanto engano.

Enquanto isso, cerca de duzentas pessoas faziam uma manifestação contra a vinda de Obama ao Brasil e eram vigiados atentamente pela polícia, afinal, nossa “demo-cracia” tão elevada aos olhos dos norte americanos nos dá liberdade e não existe repressão aqui (piada).

Em textos anteriores deste site foi falado o nosso pensamento sobre Obama, o “Bush negro”, vejam abaixo:


http://www.lucianogeo.com/2009/12/paz-e-esperanca-sangrentas-dos-eua-de.html

http://www.lucianogeo.com/2009/10/barack-omama-ganha-premio-nobel-da-paz.html

http://www.lucianogeo.com/2008/11/opinio-barack-obama-e-periferia.html


http://www.lucianogeo.com/2009/03/obama-e-palestina-mudar-tudo-para-nao.html

Ora, o Brasil sempre foi um Estado estratégico para os EUA, uma potência regional sulamericana, com grande desenvolvimento econômico nas últimas décadas, sediará as olimpíadas e a copa do mundo.

Houve um tempo em que os EUA era o maior parceiro comercial do Brasil e explorava este gigante com o aval de governos anteriores que defendiam o “crescimento dependente” do Brasil por ser um país subdesenvolvido, assim julgavam que isto era necessário, assim, nos tornamos uma verdadeira “colônia econômica” com grande exploração de nosso potencial produtivo, assim, qualquer crise acontecida nos EUA por menor que fosse afetava profundamente a economia brasileira.

Apesar de ainda ser muito grande a influência norte americana na economia brasileira, principalmente com a atuação das empresas multinacionais, o Brasil nos últimos anos tem comercializado com outros parceiros, diversificando bastante, hoje não é os EUA, mas a China a maior parceira comercial brasileira.

Este belíssimo trabalho do governo anterior incomoda os EUA, agora com a Dilma na presidência os EUA tentam uma nova investida na economia brasileira, principalmente após a descoberta do Pré-Sal com grandes reservas de petróleo no Brasil, muito sangue foi derramado ao longo da história no Oriente Médio pelos EUA em busca deste “ouro negro”.

Com a grande instabilidade no Oriente Médio, com várias guerras civis e lutas pelo poder em vários países produtores de petróleo como a Líbia por exemplo, os EUA buscam ampliar a sua influência sobre o gigante chamado Brasil.

Esta visita, portanto, não é em vão, não veio porque ama o Brasil, o lobo sempre procura a presa que possa saciar a sua fome, não se importando em sugar o seu sangue e matar se for necessário, o nosso crescimento independente, o que gera riqueza e desenvolvimento para o país não é interesse para os EUA mas sim os seus próprios interesses já que esta grande potência mundial vem perdendo espaço e influência no novo mapa da geopolítica mundial no contexto da multipolaridade (várias potências econômicas mundiais).

Luciano Costa

Um comentário:

Simone Santos disse...

Olá professor Luciano!
Pesquisava pela web opiniões sobre a visita do Obama em nosso país.
Sou jornalista por exercício da profissão, e realizo um trabalho informativo nas redes sociais.
Temos site, blog, twitter e outros...
Quando li seu comentário, (desculpe) retransmiti para meus contatos. Obviamente indicando autoria e seu blog postando link.
Sua opinião poupou-me palavras, pois penso de igual forma, e faço minhas suas palavras.
Parabéns, antecipadamente, obrigada!
Faça contato pelo e-mail sim.gospel@hotmail.com

Simone Santos
InformeGospel - JORNAL.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...