24.12.10

"Casamento", o grande dia?

Eis que a hora vem chegando, dia e hora marcada.

É o casamento? Não! Apenas o selo do que já é desde o início.

É a cerimônia pública do que já aconteceu em dois corações que se amam.

Quando ha amor sempre é um grande dia, quando não existe amor todos os dias são de espinhos eis então que os casados vão se "casar" completando os grandes dias que já fazem parte dos nossos dias juntos.

Quando existe amor o casamento já foi consumado independente de cerimônias, quando não ha amor, o casamento nunca existiu mesmo em meio a cerimônias.
Negrito
Sobre estas coisas já escrevi algo no passado em uma outra postagem:

"É um verdadeiro casamento não só físico, mas de duas almas que se amam e se querem para toda a vida.

Muitos chamam isso de carametade, outros chamam alma gêmea, assim, cada cultura ou religião trata de uma forma estas coisas, mas para mim, foi o encontro da minha metade, o encontro de mim comigo mesmo, já que nesse nível já não vivemos para nós, mas ha um desejo ardente de servir, assim, passamos à ser apenas um, com os mesmos sentimentos dores, sorrisos, juntos para o que der e vier, sempre dando suporte e apoio naquilo que o outro necessita.

É amor, e mais amor, carinho, compreensão, dedicação, prazer, alegria e coisas mais, assim, as dificuldades que ora possam surgir são facilmente resolvidas pois ha um empenho e um carinho para a satisfação de ambos, quando vivemos um para o outro já não se usa a expressão eu e sim nós!

Depois que encontrei essa criatura maravilhosa que sempre esteve em meus sonhos, encontrei também uma profunda felicidade e o prazer de servir, hoje posso dizer que sou completo, sobre o nosso primeiro encontro, vou colar abaixo o que ja havia escrito em uma comunidade à algum tempo pois quero que isso fique registrado para que todos os futuros leitores saibam que é na simplicidade que o amor se manifesta, sem esforços ou tentativas de performances impressionáveis:

Bom... meu caso foi meio extremo, muitos aqui já sabem que eu amo música sertaneja, pois bem, estava num baile aqui na cidade, vi aquela criatura maravilhosa e chamei-a para dançar uma música romântica, quando estava terminando a música dei-lhe um beijo na boca, foi o beijo mais gostoso de toda a minha vida, antes, já estava rolando uns olhares e um clima, depois disso nos conhecemos melhor, chamei-a para ir ao cinema alguns dias depois, hoje nos amamos muito e creio ser a mulher que tenho para a vida toda, visto que ambos somos completados em tudo.
OBS.: Ela nem gosta de sertanejo, estava no dia por acaso no local acompanhando algumas, assim, tudo tem um propósito e isso foi algo espetacular na minha vida, visto que andava com o coração ferido, mas encontrei alguém que amo de verdade e que me faz feliz. (escrito em 02/07/2006)

Assim eu digo que hoje muito mais do que ontem e amanhã muito mais do que hoje eu a amor de todo o meu coração e sou muito grato por tudo que vivemos juntos, sempre!

Esse é o meu amor eterno e que sempre foi, mesmo antes de conhecê-la, escrevo isto sem nenhum constragimento e sem nenhum medo, pois já não ha porque não expressar o sentimento superabundante que habita em mim."


Daqui um tempo a alegria será ainda maior já que seremos ainda mais completos dividindo o mesmo teto e compartilhando ainda mais a felicidade que tomou os nossos corações.

Caso queira ler postagens anteriores deste blog sobre casamento acesse:

http://www.lucianogeo.com/2005/11/falando-sobre-sexo.html

http://www.lucianogeo.com/2005/10/o-sexo-e-igreja_21.html

Luciano

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...