13.3.10

Micropaíses - os menores países do mundo

Um país pode ser menor do que uma cidade? Leve em conta o fato de existirem, no mínimo, 25 países que caberiam dentro da cidade de São Paulo e você já tem a resposta!

Enquanto a capital paulista tem cerca de 1.500 km2 há países independentes que dispõem de somente 1 % deste território. É o caso do Principado de Mônaco, que fica na Europa, ou melhor dizendo, dentro da França.

Mônaco mede só 1,5 km2 tem 30 mil habitantes e é um país rico, assim como outros micropaíses europeus que, de tão pequenos, muitas vezes nem aparecem no mapa do continente.

Quer alguns exemplos? Andorra, que fica na fronteira da França com a Espanha, não chega a ter 500 km2. Ou então San Marino, que fica dentro da Itália e mede 61 km2 ou ainda Liechtenstein, que se localiza entre a Suíça e a Áustria e tem um território de 160 km2.

Maior do que os três, Luxemburgo, entre a Bélgica, Alemanha e França, é um país com cerca de 2,5 mil km2 e mesmo assim nem sempre é apontado pelos mapas.

Países no meio do mar

Muitos desses países minúsculos são ilhas. Por isso, um bom lugar para encontrá-los é um continente formado basicamente por água, como é o caso da Oceania.

Lá, além de países-ilha muito grandes, como a Austrália (7,5 milhões de km2) há micropaíses, como Nauru, que tem 21 km2, Tuvalu, que tem quase 25 km2 e Tonga, bem maior que os dois últimos, com 700 km2.

No litoral do Caribe

Diferente dos micropaíses europeus, essas ilhas são pobres e a grande maioria de seu povo ainda leva uma vida tribal. A população desses três pequenos países é proporcional ao seu tamanho: Tonga tem cerca de 100 mil habitantes, enquanto Nauru e Tuvalu têm só 10 mil. (Só para comparar, o Brasil tem 160... milhões).

Por falar em Brasil, a América do Sul e a Central também contam com alguns países bem pequenininhos. Em geral, também se trata de ilhas que se localizam ao norte do continente em que vivemos.

É o caso de Granada (350 km2), Antígua (442 km2) e Barbados (430 km2) que ficam no mar do Caribe. Todas essas ilhas, com seus litorais maravilhosos, vivem basicamente do turismo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...