7.7.09

Modernidade...

Grandes aviões passam pelo céu
Novos aeroportos
Muitos arranha-ceus
Pontes e viadutos
Automóveis do ano

Mundo moderno...
Lá em casa, uma TV fininha
Falta, porém, o pão de cada dia
Não tenho avião para pousar no aeroporto
Não tenho carro para cruzar os viadutos

Naquele prédio eu não posso morar
Naquela escola meu filho não pode estudar
Sou moderno, não sou nada!
Não tenho casa, tenho um barraco
Minha rua tem barro e alguns ratos

De onde vim e para onde irei?
A lama é o meu lugar, em vida e em morte
Deus não morreu, mas o homem está vivo
Me chamam de cidadão mas sou estatística
Indigente, problema social, queria ser solução!

Modernidade para mim é um pedaço de pão
Modernidade é não lutar por um grão
Deito às 22 e levando às 05, ando igual um burro
Ponte? Não tenho carro!
Aeroporto? Não tenho avião!

Quero sim poder comer o pão!
Não tenho casinha nem casão
Tenho a modernidade na ficção da televisão
O que eu quero então?
Quero ser cidadão, esta é a minha modernidade!

Luciano Costa

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...