14.3.09

Seja feita a "minha vontade"!?

Lendo as escrituras, onde são narrados vários fatos referentes ao evangelho (Jesus), podemos perceber o quão grande era a reverência e discernimento daqueles que oravam a Deus.

Um dos episódios mais marcantes é o momento em que Cristo estava no Getsêmani e orou dizendo:
-Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como Tu queres.

Ao ver a relação das instituições religiosas com o "sagrado" nos dias atuais, percebo uma inversão de valores muito grande.

Hoje ao ligarmos a TV,até mesmo no horário nobre, podemos ver estes sistemas impregnados no discurso principalmente dos "pentecostais" e "neopentecostais" que se dizem evangélicos mesmo com tamanha perversidade e distorção dos ensinos daquele que é o evangelho (Jesus).

Se a oração de Jesus do Getsêmani fosse feita pelo Jesus caricaturado da religião seria mais ou menos assim:
- "Ó Deus, Senhor e dono do ouro e da prata, que quer que tenhamos o de melhor e com abundância, que consiste em todas as coisas deste mundo, passe este cálice de mim agora! Eu ordeno isto! Como ministro da sua palavra (que para eles é a bíblia). Deus vai fazer!

Vendo estas coisas, fico imaginando o que é Deus para a religião.

Seria um mordomo, um controle remoto, um cão adestrado ou um agente da cultura capitalista? na minha opinião, todas as coisas juntas e ainda, um "semi-deus" controlado pelos "deuses" humanos que se intitulam onipotentes.

Quanta presunção, engano e soberba!

Com o apoio da mídia, muitas ovelhas estão na boca dos lobo$!

Ora, o Senhor é poderoso para fazer muito mais do que pedimos, pensamos e imaginamos, mas não se deixa persuadir, afinal, quem é o Senhor?

No livro de Tiago (4:13-17) percebemos o quão desastrosos podem ser os projetos do homem, e que faremos algo "se Deus quiser nós faremos" visto que é Ele quem cuida do futuro, portanto ninguém sabe o que acontecerá, afinal, o que é a nossa frágil vida?

Nos gloriarmos em nossas próprias presunções é uma glória malígna.

Portanto, façamos o bem, sem esperar nada em troca, pois se recebemos graça, também a semeamos, a omissão e a presunção são terríveis.

A que Deus você serve?

Pense nisto.

Em Cristo

Luciano Costa

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...