13.3.09

Excessos...

Nos dias atuais, existe um culto ao excesso.

Trabalhamos em excesso, comemos em excesso, estudamos em excesso, enfim, nos preocupamos em excesso.

Consumimos e excesso e degradamos em excesso o ambiente.

Mas será que também amamos em excesso?

Ora, o excesso que amamos é aquele que as traças corroem, e não aquele não material.

É por esta razão que a nossa alma, que não é feita de papel geme com a pressão do dia-a-dia.

Hoje vivemos em meio de uma geração de surtados, e isso não é em vão.

No sistema excludente em que estamos inseridos, o chamado "mundo livre", apesar de ser a maior das prisões, onde cerca de 2/3 da humanidade vive aprisionada por não possuir condições mínimas de sobrevivência, precisamos competir, vencer, ganhar, acumular, etc...

O "dar certo" é baseado então no âmbito financeiro.

Se então não "der certo", segundo o sistema, logo somos taxados pela sociedade como perdedores, derrotados, molengas, preguiçosos, "não correu e ficou para trás".

E se no fim da vida descobrirmos que o que "era certo" não "deu certo" e tudo era uma tremenda ilusão do "reino dos homens"?

O pior de tudo, é que nos enquadramos em tal sistema sem nem mesmo questionarmos para onde estamos indo, guiados pelo inconsciênte coletivo e muitas vezes pelo próprio consciênte que ja foi corrompido pela ganância.

Ora, onde estamos querendo chegar? Vamos alimentar este sistema para que no fim da vida as traças corroam todas aquelas coisas que para nada podemos aproveitar?

Na verdade, sem amor nada se aproveita, o mal não está, portanto, mas em seu uso.

Onde então está seu coração? Diga-me onde está o seu tesouro e o encontrará!

Não levar a vida tão a sério, e também não se entregar ao descaso, enfim, um equilíbrio é o uma excelente arma para derrotar os monstros da alma que tanto são cultuados em nosso viver irracional.

A racionalidade humana é o que ha de mais irracional!

A minha estrada terá fim antes da deterioração e do desamor provocados pelos excessos, pelo menos é o que eu busco.

E você, onde quer chegar?

Luciano Costa

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...