8.12.05

A busca por Deus e o "vazio" do homem.

Marcos 1: 16-39
Todo homem possui um vazio dentro de si que só pode ser preenchido por Deus, visto que sendo nós seus filhos precisamos ter uma porção de Deus em nós, nessa busca por preenchimento o homem tem buscado o divino em vários lugares, e o pior, onde ele não está, apesar dEle estar em todos os lugares, nesses lugares fala-se acerca de "um outro Deus" geralmente criado e moldado pela seita ou instituição religiosa, são lugares tipicamente religiosos, onde falam de Deus mas não pregam a essência do evangelho que é boa-nova para a salvação, assim muitos tem buscado a Deus nas seitas que se dizem "de Deus", muitas delas escondidas atrás de placas de igrejas evangélicas, nas quais eu tenho sempre falado.
No coração humano há uma sede em encontrar a Deus, essa sede se manifesta de diferentes formas e muitas vezes é algo inconsciente:
Na busca por uma vida melhor as pessoas logo pensam que quando vierem à atingir um grau elevado de satisfação em suas vidas, atingindo um patamar e um padrão de vida melhor essa ânsia chegará ao fim, mas no futuro se enganam, pois de nada adianta ganharmos o mundo inteiro se o vazio não for preenchido.
Muitas pessoas pensam que poderão preencher o vazio nos divertimentos e nas distrações do dia-a-dia, mas quando caem em si logo percebem que o vazio continua, ainda que seja preenchido momentaneamente, pois os prazeres podem se tornar desgosto quando estamos vazios de Deus em nós, se estamos cheios essas coisas serão prazerosas e trará uma satisfação ao nosso ser.
Quantas pessoas fazem do seu trabalho um deus em suas vidas, muitas vezes tentam fazer do trabalho subterfúgios a fim de tentar camuflar o vazio, tentando assim se esquecer de tudo, mas logo percebem que continuam vazias, que a camuflagem foi tirada e que o sentido de viver não foi encontrado, isso quando não caem em um stress tremendo e prejudicam até mesmo a sua própria saúde.
No texto citado (v. 16-20) percebemos que os discípulos estavam a fazer as suas atividades diárias, buscando assim encontrar a maneira mais prazerosa de ganhar a vida, de melhorar a sua situação, mas quando Jesus chega e lhes chamam a ser " pescadores de homens" logo deixaram tudo e foram após Ele, visto que naquele momento eles encontraram aquilo que estavam procurando durante toda a sua vida, encontraram o sentido de viver, puderam Ter os seus vazios preenchidos.
Na busca por Deus muitos tem buscado por motivações nas quais não são de um verdadeiro discípulo e seguidor de Cristo:
Muitos buscam a Deus por aquilo que Ele faz (v. 32, 34) e não por aquilo que Ele é, muitos tem buscado as mãos de Deus e não a sua face, esta última deve ser a nossa única motivação visto que Ele busca adoradores que o adorem em espírito e em verdade, que caminham confiados em sua soberania, seu amor e sua graça, assim podemos Ter vida abundante e teremos a certeza de que Deus proverá tudo o que precisamos, ainda que muitas vezes não seja aquilo que queremos, ainda que muitas vezes não seja o desejo de nosso coração, visto que o coração é enganoso, porém Ele tem o melhor para todos os seus e todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus.
No caso da sogra de Pedro (v. 29-31) ela O buscou pela motivação de ser curada, mas ao buscar a cura ela encontrou à Jesus e logo passou a servi-Lo.
Muitos vão aos templos religiosos buscando por Deus, em muitos desses lugares se tem o nome de Deus como base de seus conceitos, muitas vezes usa-se o nome de Deus ou fala-se em nome de Deus, ali elas encontram liturgias, tradições religiosas e muitos ensinos sem coerência com o evangelho e as boas-novas do evangelho, normalmente inventam de tudo, vendem a graça de Deus, estimulam o povo a fazer barganhas com Deus deixando de lado o ensinamento da cruz e cruscificando a Cristo novamente, dizendo que Seu sacrifício foi em vão, enfim, cospem na cruz e dizem que com ação humana pode-se conquistar algo diante de Deus, escondendo do povo o ensino bíblico de que todo o preço já foi pago na cruz do calvário, estufando os bolsos dos lobos em pele de cordeiro, usam vários artefatos nos cultos, muitos objetos e elementos minerais como amuletos que são na verdade uma grande mentira e idolatria, visto que Deus é espírito, por isso quer que andemos em espírito de igual forma, nunca inclinando-nos para nós mesmos e confiando em nossos próprios esforços carnais.
No texto (v.21-28) é relatado que um homem estava possesso no templo e que só foi liberto após Ter encontrado Jesus, por isso posso afirmar que existe muita gente escrava do malígno dentro dos templos religiosos e religiões, precisando de um encontro com Jesus, o que muitas vezes a pessoa não encontra na religião ou templo religioso, por isso tenham discernimento pois nem tudo que reluz é ouro, assim nem todo lugar onde se fala de Deus você ouvirá a mensagem do evangelho que é poder para a salvação de todo aquele que crê, nem todo lugar vão pregar a mensagem da graça e a mensagem da cruz, mas vão estar caídos e praticando as obras da lei e da moralidade que não tem nenhum valor diante de Deus, ninguém pode acrescentar nada na obra que Cristo fez por nós na cruz do calvário.
O simples fato de ir a uma "igreja" não faz de uma pessoa um cristão, do mesmo modo se você for em uma praia não será areia.
Muitas pessoas buscam a Deus e Ele se revela a Elas "Buscar-me-eis e achareis quando me buscardes de todo coração", porém essa busca só chega ao fim no momento em que entendemos que Jesus é nosso Senhor e Salvador "para isso eu vim" (v. 38), para pregar o evangelho da salvação, assim quando buscamos o Senhor e Salvador certamente encontramos a Deus.
"Eu sou o Caminho a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai senão por mim." (João 14:6)
Nele, que encontramos ao buscar de todo coração e que preenche o vazio de nosso ser,
Luciano Costa

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...